16/02/2018

Reabilitação

O objetivo desta fase é estabilizar a lesão, corrigir os desvios posturais e evitar as recaídas de dor e perda de movimento. Os sintomas da lesão já estão mais controlados, o corpo já está adaptado aos ajustes. A frequência do tratamento diminui e passa a ser 2x/semana ou semanais. Começa a introdução de exercícios de fortalecimento e alongamento muscular para estabilizar a região. Dependendo do caso são necessários alguns exercícios passivos (realizados pelo quiropraxista), depois entra os exercícios ativos simples ou com recursos como theraband, bola, etc.