16/02/2018

O que é quiropraxia

“A Quiropraxia é uma profissão da saúde que lida com o diagnóstico, tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e dos efeitos destas desordens na saúde em geral. Há uma ênfase em técnicas manuais, incluindo o ajuste e/ou a manipulação articular, com um enfoque particular nas subluxações”. – Organização Mundial de Saúde (OMS), diretrizes sobre a Quiropraxia, 2005.

A palavra “quiropraxia” é formada a partir de dois radicais gregos, quiro(mãos) e praxis (praticar) – “praticar com as mãos”. Criada há 117 anos nos Estados Unidos, por David D. Palmer, é uma profissão de contato primário com o paciente, ou seja, não é necessário um encaminhamento de outro profissional para iniciar a consulta.

O quiropraxista tem formação universitária de 4 – 5 anos de graduação, onde é habilitado à avaliar, examinar, reconhecer sintomas e sinais, chegar a uma conclusão diagnóstica (neuro-músculo-esquelética) e realizar o tratamento específico.

A Quiropraxia Práxis se difere de outros profissionais da área da saúde, em razão das manipulações articulares (mais conhecidas por ajustamentos). Estes atuam diretamente na solução da causa e não são apenas atenuantes dos sintomas. Apesar de a quiropraxia ser conhecida pelo seu efetivo tratamento de alterações que envolvam músculos, articulações e nervos (dor ciática, torcicolo, lombalgias, lesão meniscal, bursites, tendinites e etc.), ela também cuida de alterações que resultam de um mau funcionamento das vértebras da coluna que podem provocar um aumento ou diminuição da informação/estímulo dos nervos que saem entre as vértebras da coluna. Essas alterações dos impulsos nervosos podem ocasionar sintomas em outras regiões do corpo, como estômago (queimação sem motivo/diagnóstico aparente), dores de cabeça (com sintomas ao redor da orbita ocular), cólicas, falta de ar, entre outros.

Todas as funções do corpo são controladas e coordenadas pelo sistema nervoso central (cérebro e medular espinal). A medula espinal está intimamente ligada a coluna vertebral, que tem como função proteger a medula e raízes nervosas que partem para inervar todo o corpo. Algumas alterações na coluna podem prejudicar o envio ou o recebimento desses impulsos nervosos que podem provocar inúmeros sintomas.